Alunos do Dom Amando recebem orientações da Justiça Eleitoral

Postagem: 01/03/2018
 
 

Os estudantes das turmas do ensino médio do Dom Amando tiveram um dia diferente nesta quinta-feira, dia 01 de março de 2018. A sala de aula deu lugar ao auditório do colégio e os professores cederam suas aulas para os técnicos da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-Pa).

Com o objetivo de “incentivar a formação política de crianças, adolescentes e jovens na busca de soluções para os problemas de sua comunidade, informando acerca dos direitos, deveres e garantias do cidadão como protagonista do processo de votação, o projeto Eleitor do Futuro apresentou aos alunos a importância de garantir seus direitos por meio do uso correto do poder de voto. Os técnicos do TRE-Pa puderam falar sobre o processo eleitoral e também acerca da segurança do uso das urnas eletrônicas.

Estudantes das 1ª, 2ª e 3ª séries ouviram as explicações e fizeram muitos questionamentos sobre a transparência e, ainda, sobre a segurança do sistema antifraude das urnas eletrônicas brasileiras.

Após as exposições e respostas aos questionamentos, os alunos puderam experimentar a sensação do poder de escolha pelo voto. Uma eleição das melhores políticas públicas para Santarém foi simulada e estudantes usaram duas urnas semelhantes às utilizadas nas Eleições regulares realizadas pela Justiça Eleitoral em todo território brasileiro.

Programa - Projeto Eleitor do Futuro foi concebido pelo então Ministro do Superior Tribunal de Justiça, Sálvio de Figueiredo Teixeira, quando Corregedor do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, em 2003, e implementado já como Programa por alguns TRE's, dentre estes, o do Pará, tornando-se Programa Nacional Eleitor do Futuro. A ação de interiorização do Programa com a parceria dos Cartórios Eleitorais e demais entidades da sociedade civil organizada do Interior do Estado tem a finalidade de que sejam contempladas as áreas mais longínquas do Pará.